Templates da Lua

Créditos

Templates da Lua - templates para blogs
Essa página é hospedada no Blogger. A sua não é?

segunda-feira, 12 de maio de 2008

Além da morte



CD com gravação caseira de Renato Russo sai em julho. O material do disco foi registrado por Renato aos 22 anos, em sua casa, em Brasília, com um gravador portátil

Desde a morte de Renato Russo, 12 anos atrás, sete discos e dois DVDs póstumos foram lançados (dele e da Legião Urbana). Mas a fonte ainda não secou. Em julho, chega às mãos dos fãs ''O Trovador Solitário'', CD que reunirá 11 faixas gravadas ao violão por ele em 1982, em casa, bem antes de fazerem sucesso - entre elas, Faroeste Caboclo, Eu Sei (que se chamava 18 e 21), Eduardo e Mônica e Dado Viciado. A iniciativa é do pesquisador musical Marcelo Fróes, que era amigo de Renato (o CD sai por seu selo, o Discobertas; a distribuição será feita pela Coqueiro Verde Records).

O material do disco foi registrado por Renato aos 22 anos, em sua casa, em Brasília, com um gravador portátil - estava numa fita cassete, cujo áudio foi remasterizado. "O áudio está muito bom, não muito diferente do que obtivemos para algumas faixas incluídas no CD Renato Russo Presente, em 2003", conta Fróes. O disco a que ele se refere trouxe quatro canções inéditas e trechos das últimas entrevistas concedidas por Renato (ele morreu, em decorrência da aids, em 11 de outubro de 1996).

Uma faixa de Presente que se repete neste CD é Boomerang Blues (''Tudo o que você faz/Um dia volta pra você/ E se você fizer o mal/Com o mal mais tarde você vai ter de viver''), composição de Renato que, em 2003, foi finalizada com a participação de integrantes do grupo Blues Etílicos. O título O Trovador Solitário foi escolhido porque foi assim que ele passou a se autodenominar depois de deixar sua primeira banda, o Aborto Elétrico - foi também o escolhido para a biografia do compositor que o jornalista Arthur Dapieve lançou em 2000.

Fróes não liberou audições do CD e não revela quais são suas outras faixas - quer fazer surpresa para a grande legião de órfãos de Renato. "Acho que (o impacto nos fãs) será muito grande, pois vai registrar oficialmente um momento muito importante de Renato, entre o fim do Aborto e a fundação da Legião, quando ele era ''o trovador solitário'' e tocava de voz e violão por aí", acredita. O lançamento do CD foi marcado por ocasião do Dia Mundial do Rock, comemorado em 13 de julho.

Fonte: Agência Estado

Um comentário:

lucky disse...

Thanks to the owner of this blog. Ive enjoyed reading this topic.